terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Dia 3 - lagarteando


Tiramos o dia para não fazer nada, tirar uma de turista, sentar na beira da praia, comer um peixinho, tomar uma cerveja, água de coco, esquecer da vida, ainda estava no stress "mode on" do Rio de Janeiro e a gente precisava dar uma relaxada.

Uma panorâmica da varanda, a pousada chama-se Santa Helena, fica na praia de mesmo nome, um lugar bem tranquilo e com ótima localização, perto de tudo e longe do burburinho da cidade lá embaixo. Ela fica no alto de um morro, com saídas pra várias praias em seu entorno.

Fomos para o núcleo do Projeto Tamar na praia da Guanabara, vizinha à de Castelhanos, aqui não são permitidas construções ou iluminação nas vias próximas à praia, tudo com intuito de não desonrientar as tartaruguinhas que nascem nos ninhos cavados na areia.


A base de Anchieta funciona desde 2003, com sede na praia da Guanabara, município de Anchieta, 85 quilômetros ao sul da capital, Vitória. Monitora 34km de praias, protegendo fêmeas, ninhos e filhotes das espécies cabeçuda (Caretta caretta), além das juvenis de verde (Chelonia mydas) e de pente (Eretmochelys imbricata).
A cada temporada são protegidos certca de 100 desovas, com oito mil filhotes. Cerca de 80% das desovas ocorrem em um trecho de 3,4 quilômetros da praia da Guanabara, maior sítio reprodutivo no sul do Estado do Espírito Santo. Em 1988, foi transformada em Área de Proteção Ambiental Municipal. (fonte site do Projeto TAMAR)

Essa éa Praia da Guanabara, que fica em frente à estação do TAMAR
Ela leva esse nome por causa do naufrágio de um navio, isso que vcs vêem na areia da praia não são pedras, são restos das ferragens do navio que jaz encalhado a pouco metros da arrebentação
Uma praia de mar aberto, muito bonita e de muito vento como pode ser visto no vídeo, bem que a Deize tentou falar, mas o barulho no microfone abafou tudo, e ainda por cima tem minha participação especial no final:



Depois de ficarmos um tempo lagarteando ao sol bateu fome, voltamos pra Castelhanos, que fica na ponta sul da praia, lá tem barracas, hotéis, restaurantes, pegamos uma barraca na beira dágua e nos largamos por lá enquanto aguardávamos a comida.
Vidinha mais ou menos não?
E um rango caprichado pra completar.

Terminamos o dia arrumando as malas para sairmos cedo na manhã seguinte, próxima parada: Caravelas.

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Legal isso que fazem com as Tartarugas.

    Agora, aquele prato, hummmm, junta água na boca.

    ResponderExcluir