segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Casa nova

Pessoal, demorou mas consegui, o blog está no Wordpress, na verdade tive que encerrar o projeto SOS Autódromo RJ para poder dar andamento a esse que deverá ser a partir de agora meu único projeto multimídia, até porque autódromo não existe mais e acho que teremos pouca chance de ter outro nos próximos anos.

Os posts daqui migrarão para lá em algum tempo, mas já temos novas postagens e roteiros, em breve postarei as viagens longas que fiz enquanto isso aqui esteve parado, só para dar água na boca: "Rumo Sul, o fim da saga", "Rio - Porto Alegre - Chuí", "Diamantina, fechando a Estrada Real", além de posts relacionados com lugares por onde passamos várias vezes nos últimos anos, além de dicas de hospedagem, alimentação, manutenção e muito mais.

Aproveitem a viagem nessa nova fase que vamos viver a partir de agora, e mantenham os Fuscas rodando.

segunda-feira, 30 de julho de 2012

Rumo Sul - Dia 03

Por motivos técnicos vou migrar o blog para outra plataforma, não se precupem, recuperarei todas as postagens pra lá, por enquanto peço paciênçia aos meus milhares de leitores ...rs

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Rumo Sul - dia 02






Começamos a viagem por São Sebastião, saímos do Rio tarde, pra não pegar muito transito, paramos cedo antes do anoitecer, o hotel muito bom, com um restaurante na frente, fechou bem o dia, o nosso destino era Santos, tínhamos que a atravessar a Serra de Maresias, e a chuva estava vindo em nossa direção, mas sobrevivemos.



Não isso não é um aquário, é um gigantesco tanque de combustível do terminal da Petrobrás em São Sebastião, tem vários ao longo desse trecho.







 Passando pela orla, tempo nublando
 E começa a chuva







video


 A estrada alterna trechos dentro da floresta com pequenas áreas urbanizadas. Passando por Guaracecaba

video

E começa a subida da "Serra do Deus me Livre"

video



video

E acabou a serra, uma subida bem difícil, esses trecho foi o último a ser asfaltado na Rio-Santos tamanha a dificuldade de se arrumar o piso, aliás o trecho entre São Sebastiãoe  Bertioga é o mais sofrido, com a estrada serpenteando pelas beiradas da serra, passando pelas localidades, muito pardal e quebra mola, mas compensa pelas paisagens belíssimas, mesmo com a chuva toda

video





 Toque-Toque














 O muros esconde o horizonte, nessa região a praia é particular.



Um intervalo da chuva

Mais uma subidinha no caminho, e tome chuva.

video






 No meio da estrada tinha um morro
 E o morro dividiu a estrada, bem legal



Parada estratégica chegando em Bertioga

 Eu e o garçon de lata


video


Depois desse trecho mais acidentado pegamos um bom trecho de reta, a estrada entra num grande planalto e a serra se afasta do litoral,.
 E mais chuva no horizonte...
 Muita chuva...


 Uma ponte sobre o canal

 Bertioga é uma região imensa, basicamente um grande estuários de rios que descem a serra formando grandes áreas de pantanos e várzeas inundáveis, praticamente andamos sobre uma restinga.




 Cruzando a Mogi-Bertioga, rumo a Santos...
 Muita calma nessa hora, o que tem de caminhão nessa estrada é uma coisa.

 Parados na esquina...

 Novamente a caminho
 Lá ao fundo Cubatão...



 O negócio é seguir em direção ao ferry.
 Já dentro da cidade, ruas estreitas, uma ciclvia "marromenos" implantada no meio da via. Não fiz o circuito turístico, queria chegar logo do outro lado do canal.
 Uns Fusquinhas escondidos dentro do estacionamento
 Muitas bicletas, a cidade é plana, ajuda...
 Na fila da balsa

video


Era pra ser uma espera de 20 minutos, levamos uma hora pra chegar no embarque

video

É um negócio louco, três balsas trabalhando full time num canal movimentado com navio passando pra lá e pra cá o tempo todo...



 Já na balsa, encaixei o herbie ali no cantinho...

Mais um que o blog não quis subir e coloquei direto no Youtube.


http://www.youtube.com/watch?v=ro0NuiJ0SVQ



 Já do outro lado, saindo da balsa, meio sem rumo
 Sede do Santos, eu acho
 Passando pela orla antiga da cidade


 Uma igrejona bonita ao lado dos arranha-céus
 Meio perdido? Não muito perdido.
Aí a coisa começou a ficar meio tensa, não gosto de chegar numa cidade grande no final de tarde, com o trânsito local meio maluco com as pessoas querendo chegar em casa, e sem saber ao certo pra onde íamos, resolvemos então seguir rumo ao centro histórico.

Passamos por algumas ruas que lembram a Lapa aqui no Rio, só que na época que ela ainda não era um bairro badalado, saca? É uma região de comércio durante o dia, com várias repartições públicas, mas que depois das seis da tarde vira um deserto, mas o nosso interesse em ficar perto dessa parte da cidade era o circuito que íamos fazer no dia seguinte.