quarta-feira, 4 de julho de 2012

A Volta da Mantiqueira - Parte 03



Começamos o dia visitando o parque nacional, uma das entradas é por Passa Quatro, um lugar bem agradável e que no verão é muito procurado pelas suas cachoeiras.




Uma pequena estrada leva até o local, parte dela em terra.
Na chegada deixamos o carro perto da administração e fomos andar um pouco.






Numa das alamedas de acesso às cachoeiras um remanso do rio e alguns bancos para apreciar a paisagem
E uma ermida dedicada a Francisco de Assis
A forte chuva da noite anterior deixou água bem turva, sinal de desbarracamento nas cabeceiras do rio...


Na volta uns pássaros engraçados, consegui fotografar de longe


Herbie integrado á natureza, apesar de não ser muito a dele, o negócio é estrada.
Saindo do Parque seguimos em direção à Itamonte, mas mudamos de idéia. O objetivo era interceptar o rally Mil Milhas em sua passagem vindo da Garganta do registro, eles tinham largado de manhã cedo lá de Angra, e iam subir a serra passando por Pouso Alto, descendo por Passa Quatro para depois subir a serra por Piquete, um estirão que os levaria até Itajubá para o pernoite, coincidentemente o percurso contrário que tínhamos feito na noite anterior, debaixo de chuva e neblna, pelo menos eles iriam de dia e sem chuva.

No caminho vimos um curral cheio de carros antigos, inclusive esse TL cara alta com uns acessórios um tanto heterodoxos...
As montanhas de Minas com seu verde impressionante, o céu estava começando a abrir, com o sol meio tímido entre as nuvens, mas já dava pra ficar sem casaco.
Paramos estrategicamente no nosso posto de gasolina velho conhecido do alto da serra para esperar os carros...
Agora é esperar, e como se espera, já estava imaginando se eles não tinham mudado o percurso...

Passamos um bom tempo esperando os carros,  até que o primeiro apareceu, um Austin Healey azul metálico...
Alguns minutos depois um Thunderbird rosa, sim rosa, mas nem por isso deixava de ser bonito...
Logo depois um Austin, pipocando muito o motor, pelo menos aquele trecho era descida
Como estávamos em dupla  Deize ia fotografando também acabou que ela conseguiu fotos que eu não tinha.
Um Jaguar



Outro Austin healey, os carros ingleses davam o tom no rally até o momento.


Uma Corvette split-window com seus faróis escamoteáveis abertos, visão rara...


Um Fiat 124, argentino, simpáticos, passaram buzinando pra gente..



Aí pra mim foi o momento mais bacana do rally, eu sabia que o Maurício Marx ia correr com um KG-Dacon, eu conheço ele há bastante tempo e quando ele achou esse carro ele foi lá em casa para me mostrar, um sujeito gente fina.

Eu vi ele se aproximando com o carro e percebi que ele ia encostar...



Fui até o carro, Mauricio desesperado abria o capô e checava o reservatório do fluido de freio, estava vazio. 

Por sorte eu sempre carrego fluido de freio e óleo extra na mala do herbie, bastou dar uma corrida até o carro e pegar o frasco que estava pela metade, mas era suficiente para o freio funcionar até chegar à Dutra, provavelmente o carro como ainda usa os 4 tambores deve ter acomodado as lonas durante a viagem, não esquecendo que eles desceram a serra de Taubaté para chegar à Angra, uma descida braba que pode ter exigido bastante dos freios.







Enquanto ele colocava o fluido eu ajudei segurando o capô do carro, é verdade, a casca de fibra desse carro é muito fina, parecia uma folha de papel balançando ao vento quando os carros passavam.




Foi coisa de uns cinco minutos, ele já vinha atrasado no rally por ter errado uma perna lá atrás, pelo menos ia poder descer a serra mais tranquilo com os freios voltando a funcionar.
Ele chegou a terminar o rally, lá atrás, mas chegou ao final, quem sabe nós nos cruzamos de novo pelas estradas por aí?

E enquanto isso os carros continuavam passando.






quase perdendo a foto... 

 Volvo Amazon, do organizador do rally, emprestado apra uma dupla lusitana, esse carro correu no rally de Monaco para carros antigos, um feito e tanto...

Enquanto isso os Fuscas bocejam...


Um Fiat Oggi do staff do rally, eram os fotógrafos oficiais...
 

Willys Interlagos, tinham duas correndo.


BMW 2002Ti

MG

BMW Alpina


Mercedes 220S




Um Mini de repente entrou no posto, provavelmente uma parada inesperada, a média já tinha ido por espaço mesmo, o negócio era curtir a viagem.
Fiquei olhando o Mini e quase ia perdendo uma Alfa que vinha atrás, mas a Deize estava esperta e registrou a passagem.








Mercedes 280



Um JK, andando firme e forte.







Um Dodge Barracuda, mais capô que carro...
Um Puma brabo, seria um raro Espartano? Era um modelo feito para competição com uma tampa traseira maior para facilitar a manutenção, pelo jeitão acho que era sim.


Mais um MG com uma Mercedes vindo na cola


Mercedes 350SL

De repente uma Alfa Giulia entra rápido no posto.

E pára junto às bombas, era o Roberto Pupo Moreno, fazendo um rápido reabastecimento para continuar na prova, provavelmente os Webber estavam bebendo mais do que de costume, mas está explicado, a subida da Garganta é puxada, e eles ainda tinham vindo de Lídice, e não sei se o tanque do carro é muito grande, daí a preocupação dele em colocar mais gasolina para não ser supreendido.
E enquanto isso o povo ia passando...
Mais um BMW 2002




E lá vai ele, enquando o Piquet passeava ele levava a sério o negócio, podem esperar que ele vai aparecer em outros rallys de antigos, vai pegar gosto pela coisa...
Um Fusca na prova, o único, meus heróis no rally, entre tantos carros caríssimos, esse simpático besouro foi comprado em cima da hora para participar do evento, o proprietário apenas colocou óleo e combustível e foi a luta, até aquele momento eles lideravam sua classe, não sei como chegaram no final, mas parecia que estavam curtindo muito tudo aquilo.

Fusca é Fusca, sempre chega...



Um trio liderado por uma Alfa








Alguns andavam em grupo para não se perder, valia mais o passeio do que se preocupar com médias horárias ou planilhas.

Outro Interlagos, andando sozinho


Não botei fé que as Ferraris iam aguentar o tranco, tinham duas 308GTS inscritas, e as duas passaram numa boa, apenas a lama da estrada impressa em suas belas carrocerias by Pinifarina mostrava o quanto já tinham andando, e nada levava crer que fossem ficar pelo caminho...

Um Panzer para fazer rally, Mercedes 500



Porsche 911, primo rico...



Outro Alfa nacional, uma 2300.



Missão cumprida, tínhamos fotografado todos, ou quase todos, não vi o Jaguar do Piquet passar, mas soube depois que ele continuava no rally

Descemos a serra, pra ver se alguém tinha ficado pelo caminho ou precisava de ajuda, minha preocupação era o Maurício não ter conseguido chegar até Cruzeiro
Já na Dutra, um lindo final de tarde.
De repente, uma surpresa, um Rolls Corniche desgarrado do grupo passa por nós, sinal que ainda tinha gente pra descer a serra.
video

Transito perto de Guaratinquetá
Uma bela foto
Entrando na cidade, fiquei de passar por aqui quando voltei de Cunha, inclusive o santuáriod e Frei Galvão fica nesta cidade, essa região tem uma forte presença da religiosidade católica.
Santuário de Frei Galvão
Um shopping, seriam negócios da família em pleno Vale do Paraíba?
Para a posteridade... hehehehe



Fechamos o dia, não andamos muito, mas foi divertido, sábado era dia de voltar para o Rio, não queria arriscar o domingo porque sabia que a volta ia ser complicada e eu não queria me estressar, a idéia era fazer o mesmo roteiro da vinda, mas agora com calma, parando e fotografando os lugares.














Um comentário: